Connect with us

Competitivo

O problema das classes em Overwatch

As classes em Overwatch sempre gerou certa polêmica nos fóruns internacionais e brasileiro do jogo. Muitos defendem a ideia de que a classe defensiva não deveria existir, outros acham que certos personagens não se encaixam naquela classe específica e até requisitam tickets para que eles sejam movidos para outra que eles julgam mais adequada.

Hoje vamos discutir esse impasse de forma saudável e coerente, analisando se realmente faz sentido as reclamações da comunidade. Classes Heróis Defensivos

Heróis da classe defensiva são heróis móveis e flexíveis ou com alto índice de sobrevivência ou dano. Muitos jogadores acham que essa classificação não se aplica pois muitos desses heróis agem mais como assassinos do que como controladores de ponto.

Em teoria, esses heróis deveriam proteger seus aliados e os objetivos, mas eles cumprem esse papel apenas em alguns casos específicos e nas mãos de jogadores realmente habilidosos. Hanzo e Widowmaker exigem precisão para realizar abates rápidos e conter outros heróis defensivos e tanques à longa distância. Mei possui habilidades fáceis de dominar, consegue abates muito facilmente e se safa de situações ásperas na maioria das vezes com seu kit de habilidades.

Bastion é o personagem que possui o maior DPS do jogo no modo sentinela e pode se curar. Junkrat é um personagem fácil de controlar, mas difícil de dominar, tem um dano elevado em área e é responsável por muitos abates acidentais. Tobjörn é um personagem que causa dano automático com sua torreta e sua arma também é bem forte.

Analisando todos os personagens, os que mais se encaixam exatamente na descrição da Blizzard para a categoria Defensivo, são a Mei, o Tobjörn e o Junkrat. Hanzo Bastion e Widowmaker agem mais como assassinos (muito dano, pouco hp). Apesar disso, a categoria existe, e querendo ou não, todos alcançam algum ponto dela em certos momentos.

Roadhog

O tanque é muito controverso. Há quem afirme que ele não é tanque, e sim, um ofensivo com muito HP. Se analisarmos bem pelo ponto de vista da classe tanque, Roadhog não cumpre nenhum quesito para estar alí.

Ele não possui nenhuma habilidade que proteja a equipe ou absorva dano, ele simplesmente causa um dano enorme com sua arma à queima roupa e seu gancho. Ele é mais desativador do que tanque, na verdade. Ele não possui armadura, não gera escudos e não age como protetor da equipe, a não ser por remover uma ameaça de forma instantânea.

É notável como ele pode realmente estar mal categorizado simplesmente pela forma que os jogadores os usam: flanqueando e matando e avançando além da equipe (não se importando em protege-la).

Vamos também considerar que é um personagem que possui mais HP do jogo (sem contar acréscimos de armadura da D.Va) e é muito grande o que o torna um alvo preferencial para a equipe inimiga, ou seja, ele aguenta certo dano enquanto sua equipe se preocupa com outras coisas. Tirando o tamanho e o HP, é difícil ver Roadhog como um tanque dentro do jogo.

Symmetra

O personagem mais polêmico do jogo é claro, a indiana sempre foi apontada como não sendo um personagem de suporte, mas sim defensivo. Realmente, Symmetra não cura aliados, e seu kit de habilidades tem características defensivas.

Ela é o personagem suporte que é capaz de causar o maior dano atualmente, facilitando abates e assistências. Antes do rework, ela era considerada inútil, ainda mais devido aos nerfs sofridos e sua habilidade de fornecer pífios 25 pontos de escudo para os aliados (que era usado apenas no início da partida e depois se tornava obsoleto, sendo possível reaplicar o efeito apenas quando o aliado retornasse do ressurgimento).

Após o rework, ela ficou mais manuseável e ativa na batalha, mas mesmo assim ela continua com características defensivas bem evidente, tanto que ela é muito usada muito mais na defesa do que no ataque em vários mapas. Os desenvolvedores do jogo já anunciaram que ela NUNCA será uma curandeira e que ela continua na sessão de suporte porque ela é o chamado suporte utilitário, pois é o personagem que carrega suas habilidades supremas mais rápido dentre o elenco.

O teletransportador é extremamente eficaz, o gerador de escudo desequilibra o Team Fight, e suas sentinelas além de detectarem a presença dos inimigos em rotas ocultas (revelando flanqueadores) causam dano e diminuem a velocidade de movimento dos inimigos, tornando-os mais fáceis de acertar.

A polêmica de “não ser um curandeiro” ainda pode ganhar novos capítulos, já que Jeff Kaplan afirmou que ele tem ideias de outros personagens de suporte que não agem como curandeiros. Para Finalizar

É importante frisar que as classes não importam muito. Só importa a sinergia entre os personagens e seu gosto pessoal. Se está funcionando, porque se preocupar em ter um personagem de cada categoria no seu time, não é mesmo?

E você? Acha que outro personagem não se encaixa na sua categoria? Não concorda com as opiniões da comunidade acima? Vamos dialogar.

ESCUTE NOSSO PODCAST

Advertisement

últimas notícias

News Categories

Must See

Advertisement

More in Competitivo