Connect with us

Notícias

A Justiça Vem de Cima, mas o Novo Bastion não está nem aí

Depois que o Bastion recebeu seu rework no PTR, muitos jogadores estão tremendamente preocupados. Tudo isso por causa da sua nova habilidade passiva “Vontade de Ferro”, que reduz o dano global em 35% quando transformado.

Bastion é um personagem muito fácil de counterar no PC, e nos consoles ele ainda é útil em algumas situações. Isso tudo levou os desenvolvedores a retrabalharem o herói, já que ele possui um pick muito baixo no jogo atualmente. Outro motivo para tentar reinserir o personagem no cenário do jogo é combater os tanques, que dominam o meta atual. Para isso, deram sobrevivência extra ao personagem habilitando a cura em movimento e sem interrupções e aumentando a resistência dele quando em modo sentinela. Além disso, a configuração Reconhecimento foi melhorada com um pente maior e menor spread.

35% é um bônus de resistência estupendo, que se estende por toda a barra de vida do personagem. Analisando em números, a armadura dele fica ainda mais eficiente. Essa habilidade passiva está preocupando muitos jogadores, sobretudo os de console, já que o personagem é bem complicado de matar nessa plataforma e pode se tornar um pequeno inferno. Além disso, essa passiva aliado à auto cura permite que o personagem sobreviva às mais extremas condições de ataque. À prova de supremas

Testes realizados pela comunidade provaram que Bastion pode sobreviver a TODAS as habilidade supremas quando buffado pelo estimulante de Ana, inclusive à habilidade suprema da Pharah e ao mecha explosivo da D.Va.

Não é à toa que a comunidade ficou preocupada, já que em modo sentinela o herói é capaz de causar dano massivo de forma muito rápida, e agora, ele não recebe o dano total dos ataques. Um dardo da Ana por exemplo que normalmente causa 100 pontos de dano, vai passar a causar apenas 65.

Apesar disso, Bastion continua vulnerável a habilidades de controle e desativadoras. Isso terá que ser uma estratégia a ser bem pensada caso esse rework coloque a unidade E-54 novamente no cenário competitivo. E claro, estamos falando apenas do estimulante da Ana, porém também temos acréscimos possíveis de escudo e armadura, dependendo da equipe, fora a habilidade de se curar. Como parar essa máquina de matar?

Bastion não ficou imortal, apesar do alarde. Ele ainda recebe dano e não aguenta pressão de uma equipe bem coordenada. O modo mais fácil de lidar com esse novo herói é forcá-lo entrar na configuração Reconhecimento para que ele perca seu bônus de resistência. Curiosamente, o personagem mais indicado para para fazer isso é justamente Sombra. A mexicana pode, de forma indetectável, dar a volta em um Bastion montado e hackeá-lo pelas costas, forçando-o a abandonar a configuração sentinela e impedindo que se auto repare.

Outros heróis como Roadhog e Ana podem desabilitar Bastion dando chance para que a equipe consiga counterá-lo. Genji ainda continua muito efetivo, sendo padrão ouro para essa função. Zenyatta pode se tornar importante, já que o Orbe da Discórdia quase anula os benefícios da passiva do herói (ele ainda vai permanecer com 5% de bônus).

Claro, estamos falando de um cenário onde não será possível repetir o herói. No arcade onde em alguns modos isso é possível, será um pouco mais complicado. Ainda bem que é apenas por diversão…

Você acha que os desenvolvedores pegaram pesado nesse buff? Comente!

ESCUTE NOSSO PODCAST

Advertisement

últimas notícias

News Categories

Must See

Advertisement

More in Notícias